Virgil Donati, “O Alien”, como gostamos de chamar, é um baterista australiano famoso por sua técnica e virtuosismo.

Atualmente toca na banda de metal progressivo “Planet X” e também atua em vários projetos paralelos. Um dos seus trabalhos notórios recentes é a turnê com o artista francês Michel Polnareff em shows europeus com ingressos esgotados.

Em 2015, Virgil apareceu na 43a posição da lista “60 Pesos Pesados da Bateria” elaborada pela revista Roadie Crew.

Virgil é aclamado pelos fãs e consumidores de música por sua velocidade e habilidades altamente técnicas.

Usa a baqueta no estilo tradicional grip, é velocista no pedal duplo e também toca piano como um monstro!

Breve biografia de Virgil Donati

Virgil Donati é descendente de italianos e nasceu em Melbourne na Austrália. Ganhou sua primeira bateria aos 3 anos de idade.

Começou a tocar profissionalmente com a banda de baile de seu pai, e continuou a tocar nesses shows até aos 6 anos.

Começou a fazer aulas com 7 anos com Brian Czempinski e mais tarde com Graham Morgan, hoje uma lenda da bateria australiana.

Aos 15 anos, Virgil montou sua primeira grande banda de rock e assinou contrato com uma gravadora.

No início, a banda se chamava Cloud Nine, mas depois mudou seu nome para Taste. Com essa banda, O Alien gravou 3 álbuns e pode mostrar suas habilidades tanto no palco como no estúdio.

Donati abandonou a escola com 16 anos, focando-se principalmente em estudar bateria, e também piano, praticando todos os dias.

Nessa época, gastou a maior parte do seu tempo nos Estados Unidos tocando com um número grande de bandas.

Por conta da coleção de discos de seu pai, incluindo álbuns de Louie Bellson e Buddy Rich, Virgil rapidamente se tornou um fã desses grandes bateristas de jazz, tentando reproduzir seus solos.

O primeiro baterista de rock que causou um grande impacto em sua vida foi Ian Paice do Deep Purple.

Donati ficou impressionado com sua definição e poder, características por quais também se tornaria famoso.

Estudar bateria se tornou um modo de vida para Virgil, que tentou aprender muitos estilos diferentes, permitindo lidar

O solo selecionado pelo Rock Drum foi gravado ao vivo no Festival “Bass n ‘Drum”, no ano de 2005.

Crédito do vídeo vai para: www.drummerworld.com